Uma nota de quem não entende notas

Ouso dizer que quem já se sentiu Alegre, também, quase no mesmo instante, (re)conheceu a gratidão.

Leal e valorosa – e agora um pouco mais íntima dos meus (ou seriam teus?) lilases: eis aqui minha nota simples como tu a ti, que tão calorosamente e silenciosamente me ensinou a crescer.

José, posso jurar que há poesia nas coisas simples. Vou logo ali buscá-la e já volto pra te escrever.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s